Sobre a crise de não ser Taurina e o agravante Lena Dunham.

imagesPosso dizer que: tenho raiva de Lena Dunham. Estou quase terminando de ler seu livro de estréia. Estou também enrolando e sei que irei me frustrar porque ela não é daquele tipo de pessoa que vai encerrar o livro com um desfecho bacana do tipo: eu consegui. Já tive vontade de tacar o livro pela janela do ônibus e fiz planos de picotá-lo e fazer poemas dadaístas com ele.

Lena é uma pessoa estranha, inconsequente, e posso jurar – sem nem ter visto uma das tantas obras televisas – que não entendo as suas fãs. Além de que ela acabou com o clã taurino. Ela é uma taurina do início de Maio e só me fez criar uma crise de identidade com o meu signo. Fora os conflitos sobre o comportamento das pessoas, em nada Lena se parece com uma taurina. O sarcasmo: ok. A tendência a doenças emocionais: ok. Sair dando para todo mundo: vadia, não.

No mínimo vou precisar compreender essa aversão às aventuras e histórias louconas que Lena relata em seu livro e o porque em anos detestei um livro. A sua tendência a negar o lesbianismo me surpreendeu, jurava que ela iria assumir um relacionamento assim, mas na verdade ela gosta mesmo é de, você sabe. Talvez ela tenha percebido o mesmo que eu, e nisso concordamos. E também concordamos em fantasiar a vida das pessoas que relutam em se abrir.

Me compadeço com seus pensamentos recorrentes mesmo que ela não tenha relatado o motivo deles. Os meus têm um motivo, o estresse me leva a desencadear. Não se deixar enganar ou levar por uma depressão também me fez ter um olhar diferente de Lena. Só esse ano talvez eu tenha tido uns 3 episódios sérios de quase desistir de tudo.

Lena-Dunham-I-hate-everyone-who-loves-me-GIF-Girls

Lena em sua série Girls produzida pela HBO

Eu sempre odiei as pessoas que me amavam, até perceber que perdi boa parte da adolescência esperando que alguém me amasse.
tumblr_inline_n1jcnd4MJv1rf5nvc

Encerrando com essa frase de efeito, sobre a representação de uma verdadeira pessoa que não nega suas convicções e não deixa que outros digam o que se deve fazer.

*Essa é só uma maneira de negar que parecemos em alguns aspectos.
Anúncios

Um comentário em “Sobre a crise de não ser Taurina e o agravante Lena Dunham.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s